domingo, 31 de maio de 2009

Aprofundamento I: Espírito Santo


Buscando aprofundar-me e partilhar conhecimento com os irmãos, iniciarei a série Aprofundamento.

O primeiro tema é sobre o "Espírito Santo", a terceira Pessoa da Trindade Santa, obedecendo a liturgia e a solenidade do Dia.

Espero que os textos possam colaborar na vivência de uma fé madura e perseverante!




Vinde, Santo Espírito!


A oração diz:

"Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da Terra.
Oremos:
Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei com que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém!"
Quando clamamos a vinda do Espírito Santo sobre nós estamos nos colocando à disposição da vontade de Deus e de Seus planos. A vinda do Espírito Santo sobre cada um de nós, reúne e mantém reunida a Igreja de Deus. A sua ação é eficaz.
Agindo em nós, mas também em cada um dos irmãos, pois dizemos "...enchei os corações dos vossos fiéis...", não apenas um coração, mas no coração de todos aqueles que crêem em Deus e na Trindade Santa.
Mas enchei com o que? Com os Dons do Espírito Santo.
Os dons que nos permitem dócilmente aceitar a vontade de Deus e cumprir os seus mandamentos.
Abrindo-se e aceitando que o Espírito Santo habite em nós, reconhecendo os dons de Deus, certamente o amor que Jesus nos pediu se acenderá em nós. Não qualquer amor, passível de erros, abandono e traições. Mas, sim, um amor sublime, completo e fiél, que se justifica por si mesmo, por sua imensurável entrega.

"... e tudo será criado e renovareis a face da Terra..." Parece que há uma certa redundância uma vez que a terra já está criada, mas quando pensamos em tantas necessidades e mazelas que assolam o mundo, vamos entender... À Luz do Espírito Santo, a união fraterna, o respeito, a vida em comunhão em busca da Paz e da saciedade dos famintos. Eis o que será criado! Os corações, os pensamentos, a vida. Eis o que será renovado!

Com o mover do Espírito Santo em nós, resta-nos apenas pedir a Deus que saibamos apreciar o amor que Ele tem por nós e que jamais cesse de nos compreender, de nos amar...

Espírito Santo de Deus, venha até nós como fogo e muda nossa história!
Assim como fundastes a igreja à Luz do Espírito Santo sobre os apóstolos e Maria,
fundamenta a nossa fé e a nossa caminhada,
para que sejamos fiéis ao Teu Evangelho
e nada mais nos contente, além de cumprir a Tua vontade.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

A SEMENTE DA FRATERNIDADE

Dois mil anos atrás um Menino plantou uma semente de trigo, esperando que ela pudesse alimentar o mundo inteiro.

- Esta semente, explicou, vai dar o pão que será repartido, e alimentará muitas e muitas pessoas.
Mas alguém objetou:
- Já antes disso os homens plantam trigo, Senhor. Apesar disso há tanta gente passando fome.

- Sim, respondeu o Menino. As sementes existem há muitos séculos. Mas a semente da Fraternidade está sendo plantada agora.

Esta semente era Jesus. Era Ele a semente que acabava de nascer, com a grande tarefa de saciar a fome de pão e de justiça do mundo.

Palavra de vida: Eu vim para que todos tenham vida, e tenham vida em abundância (Jo 10,10)

Fonte: http://www.npdbrasil.com.br/religiao/licoes_de_vida_0001.htm#msg02

terça-feira, 26 de maio de 2009



"Oração do Ministro Extraordinário da Eucaristia"


Pai,
Eis-me aqui
A serviço de minha comunidade e da Igreja,
Pronto para partilhar a Palavra
E o Corpo e o Sangue de teu Filho
Com todos os meus irmãos e irmãs.
Acolhe-me , Pai , em tua bondade,
Dando-me a graça de perseverar na fé
E na disposição em sempre servir a todos.

Jesus
Eis-me aqui
A serviço dos doentes e idosos,
Disposto a levar a eles
O teu carinho e a tua bondade.
Ajuda-me, Senhor, a amar a todos,
Colocando-me a serviço dos mais necessitados
Tudo fazendo com alegria e generosidade.

Espírito Santo
Eis-me aqui
A serviço dos que deixam este mundo,
Orando por eles para que descansem em paz.
Auxilia-me , Espírito de Amor , a falar com unção,
Dizendo palavras de conforto e ternura
Para as famílias entristecidas e enlutadas.

Pai, Filho e Espírito Santo
Deus de amor e paz
Abençoa-me em minha missão
Fazendo-me generoso no serviço à Igreja e ao Reino
Amém.

sábado, 23 de maio de 2009

Consagrada para amar



 Eliana Ribeiro - Consagrado para amar


Deus, Tu me fizeste Tua serva, e me colocaste em Tua casa para Te servir. O Senhor me designou tarefas e missões compatíveis com os dons que me deste e que eu não conhecia.
Me retiraste da leviandade do mundo e me levaste para a santidade de Teu Altar!
Por isso estou aqui, Senhor! Reafirmando a minha vida à Tua disposição!
Sou Tua filha!
Sou Tua serva!
Recebe a minha vida, Senhor e use-a como assim, o Senhor desejar.
Já não sou mais eu quem controla a minha vida, pois meu querer é somente o Teu querer, o meu viver é somente o Teu viver!
Despojo-me diante de Ti, Senhor, consagrando a minha pequenez a Ti, querendo que esse pobre viver seja somente para Tua honra e
glória!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Cantos Marianos

Fazendo um trabalho para uma amiga, resolvi elaborar este post.

Mês deMaio, mês de Maria, vamos cantar para nossa Mãezinha!

As músicas que faltam o áudio serão postadas assim que localizadas, ok!



01 – Quem é esta que avança como aurora




02 – Vem Maria, Vem

03 – Alguém do Povo Exclama

04 – Maria de Deus, Senhora da Paz




05 – Ela muito amou 


06 – Perfeito é quem te criou




07 – Mãe da Fé




08 – Tu és o sol do novo amanhecer

09 – Imaculada, Maria do Povo 


10 – Consagração à Nossa Senhora 


11 – A Escolhida




12 – Caminhando com Maria

13 – Pelas estradas da vida 


14 – Maria de Nazaré



15 – Quando o Teu Pai revelou



16 – A Padroeira 


17 – Nossa Senhora




18 – Maria e o Anjo




19 – Maria da Eucaristia




20 – Maria




21 – Mãezinha do Céu 


22 – Maria, Mãe de todos nós 


23 – Nossa Senhora do Brasil




24 – Sobe a Jerusalém

25 – A Primeira que Comungou




26 – Hino Nossa Senhora da Lapa

domingo, 17 de maio de 2009


Jesus, Meu Amado!

Obrigado por me esperar!

Te amo, Pai!

sábado, 16 de maio de 2009

Pais, mães e Deus


A família é uma instituição social, que ao longo dos anos vem sofrendo uma degradação gradativa e preocupante, para relação do Homem com o Homem. Definhando e com os laços soltos, as famílias se enfrentam e enfrentam problemas de ordem social, psicológica, física, espiritual. Aliás, reflete a sociedade e a sociedade a reflete, num círculo vicioso danoso para a sua restituição.

Ao longo dos anos o Homem vem se perdendo diante dos obstáculos que o crescimento populacional, a globalização, o ecossistema em revolta e todos os fatores de mudança que atingem a sociedade como um todo. Influenciam negativamente desconstruindo conceitos morais e construindo pensamentos e ações permissivas.
O Homem já não se reconhece mais no outro e esse desconhecimento tem o seu início no seio familiar. Onde antes, era carinho, atenção, amor, compreensão, hoje é impaciência, falta de tempo e de atenção, internet, televisão... No intento de facilitar o cotidiano, trocam-se sentimentos por ornamentos.
Vamos recordar A Sagrada Família: José, carpinteiro, homem de fé e de força, Maria, mãe e sábia, Jesus, obediente. Jesus, menino aprendeu a ser como seus pais eram, Jesus Deus reconheceu nos dois o modelo de pai e mãe ideal para a criação dos filhos. É preciso que os pais observem e compreendam os modelos que nos deu o Senhor para a educação de nossas crianças.
Pais, sejam fortes e firmes com seus filhos, mas em perder a dose de amor e carinho...
Mães, sejam doces e atenciosas com seus filhos, mas sem perder a autoridade...
Filhos, sejam obedientes a seus pais, e saibam que tudo o que eles querem é para o seu bem...
Famílias, amem-se! Famílias, respeitem-se!
Voltem-se para Deus, para as Coisas de Deus!
Pois é n´Ele que encontramos respostas e conhecimento para a felicidade dos nossos...
Deus Nosso Pai Eterno e Todo Poderoso, conceda a graça da reconstrução de nossas famílias, para que nossa sociedade não sofra as mazelas que brotam do seio das corrupções familiares.

Rosa de Saron - Muitos Choram

Ao redor do mundo, por muitos lugares, muitos irmãos derramam lágrimas, sofrem, precisam de auxílio...

Mix muito legal! Louvado seja Deus!

sexta-feira, 15 de maio de 2009

TV´s Católicas

Essa é uma dica bem legal e que eu sempre desfruto, pois não tenho esses canais em casa!

TV Canção Nova - http://200.98.195.4/tvcn

Aparecida - mms://midia.provale.com.br/tvaparecida




TV Século 21 - mms://200.186.96.90:8080/



TV Rede Vida - mms://wmedia.telium.com.br/redevida

Copie o link da tv que você deseja assistir, abra o Windows Media Player, selecione Arquivo -> Abrir url e cole o link que você copiou, clique em "OK". Logo começará a ser reproduzida, após isso, clique com o botão direito do mouse sobre o nome da tv que aparecerá no painel ao lado da transmissão. No menu que aparecerá aponte para Adicionar a -> Listas de reprodução adicionais -> Criar Lista de Reprodução e coloco o nome da TV que você está assistindo. Pronto! A tv escolhida já está em sua biblioteca e disponível para você assistir sempre que desejar.

Cuidado com a boca!


Ao longo de nossas vidas, nos vemos em situações que acabam por nos levar a tecer comentários, proferir opiniões que além de não nos acrescentar algo, também pode gerar um mal-estar entre nós e outras pessoas.

Atire a primeira pedra quem não fez isso!

Pois é!

Isso é fruto de nosso lado humano, de nossas fraquezas e misérias.

Porém, mesmo sendo algo que nos é inerente à condição de mortais, deve ser controlada, pois a língua também é condição para se chegar ao Reino de Deus.

Falar tudo o que vê, tudo o que sabe, tudo o que quer não é sinalde sabedoria, independência e despojamento. É sim, uma forma tola de querer ser mais do que se deve, de querer parecer mais do que se é.

Conforme o salmista nos diz no Salmo, 14: 1. Salmo de Davi. Senhor, quem há de morar em vosso tabernáculo? Quem habitará em vossa montanha santa? 2. O que vive na inocência e pratica a justiça, o que pensa o que é reto no seu coração, 3. cuja língua não calunia; o que não faz mal a seu próximo, e não ultraja seu semelhante. 4. O que tem por desprezível o malvado, mas sabe honrar os que temem a Deus; o que não retrata juramento mesmo com dano seu, 5. não empresta dinheiro com usura, nem recebe presente para condenar o inocente. Aquele que assim proceder jamais será abalado.

Pondere sobre o versículo 3 do Salmo 14.

Vamos compreender que não devemos mentir, nunca!

Mas, nem sempre dizer a verdade será um benefício!

Muitas vezes devemos nos calar!

Omitir nunca!

Mas, calar diante de algo que não contribuirá para a nossa salvação e para a santificação dos nossos irmãos.

Mesmo quando somos afrontados e dizemos a verdade, devemos sempre discernir se naquele momento falar será a melhor opção.

O salmista ainda nos ensina no Salmo, 38: 1. Ao mestre de canto, a Iditum. Salmo de Davi. 2. Disse comigo mesmo: Velarei sobre os meus atos, para não mais pecar com a língua. Porei um freio em meus lábios, enquanto o ímpio estiver diante de mim.

Nossa boca deve estar sempre voltada para as coisas de Deus, para as coisas que nos levam para o Alto, para sermos proclamadores das Palavras de Jesus, que nos ensinou quando calar e quando falar, como falar e como ouvir. A sabedoria está em saber calar e saber falar.

Peçamos a Deus, Nosso Senhor, para nos fortalecer no domínio de nossas línguas!

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Onde estão os profetas de Deus?

Isaías
"Isaías, cujo nome significa Iavé salva ou Iavé é salvalção exerceu o seu ministério no reino de Judá, tendo se casado com uma esposa conhecida como a profetisa que foi mãe de dois filhos: Sear-Jasube e Maer-Salal-Hás-Baz.
O capítulo 6 do livro informa sobre o chamado de Isaías para tornar-e profeta através de uma visão do trono de Deus no templo, acompanhado por serafins, em que um desses seres angelicais teria voado até ele trazendo brasas vivas do altar para purificar seus lábios a fim de purificá-lo de seu pecado. Então, depois disto, Isaías ouve uma voz de Deus determinando que levasse ao povo sua mensagem.
Pode-se afirmar que Isaías é o profeta quem mais fala sobre a vinda do Messias, descrevendo-o ao mesmo tempo como um servo sofredor que morreria pelos pecados da humanidade e como um príncipe soberano que governará com justiça. Por isso, um dos capítulos mais marcantes do livro seria o de número 53 que menciona o martírio que aguardava o Messias: Mas ele foi ferido pelas nossas ,transgressões e moído pelas nosas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados. (Is 53:5)"

Jeremias
Jeremias encenou para Jerusalém vários pequenos dramas como símbolos da condição dela e da calamidade que lhe sobreviria. Entre eles: A visita à casa do oleiro (Je 18:1-11) e o incidente com o cinto estragado. (Je 13:1-11) Ordenou-se a Jeremias que não se casasse; isto servia de aviso das "mortes por enfermidades", das crianças que nascessem naqueles últimos dias de Jerusalém. (Je 16:1-4) Ele quebrou uma botija diante dos anciãos de Jerusalém, qual símbolo do impendente destroçamento da cidade. (Je 19:1, 2, 10, 11) Comprou de volta um campo de Hanamel, filho de seu tio paterno, como figura da restauração que viria depois do exílio de 70 anos, quando se comprariam novamente campos em Judá. (Je 32:8-15, 44) Lá em Tafnes, no Egito, ele ocultou grandes pedras no terraço de tijolos da casa de Faraó, profetizando que Nabucodonosor fixaria seu trono sobre aquele exato ponto. - Je 43:8-10.

Ezequiel
Ezequiel é um dos livros proféticos do Antigo testamento da Bíblia. Possui 48 capítulos.
Ezequiel foi chamado para profetizar durante o cativeiro babilônico do povo judeu. Diz-se que fundou uma escola de profetas e que ensinava a Lei à beira do rio que corta a cidade de Babilônia.
São curiosas as visões que o profeta teve sobre a glória de Deus e os sinais que aconteceram em sua própria vida demonstrando a ação de Deus são fortes e marcantes. Ezequiel perdeu a sua esposa como sinal da queda de Jerusalém.

Daniel
O significado do nome é "Aquele que é julgado por Deus" ou "Deus assim julgou", ou ainda, "Deus é meu juiz"
No terceiro ano de Joaquim como rei de Judá, o rei Nabucodonosor, da Babilônia, atacou Jerusalém, e os seus soldados cercaram a cidade. Nabucodonosor conquistou cidade e pilhou objetos de valor que estavam no Templo de Jerusalém. Nabucodonosor levou esses objetos para a Babilônia e mandou colocá-los no templo do seu deus, na sala do tesouro. O rei Nabucodonosor chamou Aspenaz, o chefe dos serviços do palácio, e mandou que escolhesse entre os prisioneiros israelitas alguns jovens da família do rei e também das famílias nobres. Todos eles deviam ter boa aparência e não ter nenhum defeito físico; deviam ser inteligentes, instruídos e ser capazes de servir no palácio. E precisariam aprender a língua e estudar os escritos dos babilônios. Entre os que foram escolhidos estavam Daniel, Ananias, Misael e Azarias, todos da tribo de Judá. Aspenaz lhes deu outros nomes babilônicos, isto é, Beltessazar, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego respectivamente. Daniel ficou no palácio real até o ano em que o rei Ciro começou a governar a Babilônia. Ele sempre foi respeitado, até mesmo pelos governantes, por sua sabedoria. Não existem registros da data e circunstâncias de sua morte. Mas ele possívelmente morreu em Susa, com oitenta e cinco anos, onde existe uma provável tumba onde estaria seu corpo, este lugar é conhecido como 'Shush-Daniel'.

Elias
O próprio nome Elias, vem de "El" (Elohim, Deus) e "a" de Yah (Jeová/Yahweh ou Senhor), o pequeno "i" significa "de", ou seja significa: "O Senhor é Deus" ou "O Senhor é meu Deus", já expressa seu caráter e sua função na história bíblica. Ele foi um campeão do monoteísmo de Yahweh. É ele, juntamente com outros sete mil, que mantém a fé em Yahweh entre o povo, mesmo diante das perseguições de Jezabel contra o monoteísmo. Sua árdua luta contra todo sincretismo religioso faz deste profeta, que "surgiu como fogo e cuja palavra queimava como uma tocha", um dos profetas mais respeitados simultaneamente entre judeus e cristãos. Enquanto o livro do Eclesiástico (48,1-11) canta suas glórias, os livros dos Reis nos contam sua vida de forma ampla. Nesta narração distinguem-se dois ciclos: "o ciclo de Elias" (1Rs 17 - 2Rs 1,18), que se centra na atividade do profeta, e o "ciclo de Eliseu" (2Rs 2-13), que começa com o arrebatamento de Elias, momento em que Eliseu o sucede.

Eliseu
Profeta Eliseu foi discípulo e sucessor do profeta Elias e viveu no século IX antes de Cristo. Sua profecia se fez ouvir em Israel, durante os reinados de Ocozias, Jorão, Jéu, Joás e Joacaz. Estava arando o seu campo quando o profeta Elias o chamou. Acompanhou Elias até o final de sua vida, recebendo dele seu espírito profético, simbolizado por um manto. Exerceu um papel importante na história de seu povo, tomando parte ativa nos acontecimentos de seu tempo. Foi sem dúvida um grande taumaturgo, uma personalidade forte, influente e de grande habilidade política. Dele diz o Eclesiástico: Tal foi Elias, que foi envolvido num turbilhão. Eliseu ficou repleto do seu espírito; durante sua vida nenhum chefe o pôde abalar, ninguém o pôde subjugar. Nada era muito difícil para ele: até morto profetizou. Em vida fez prodígios;
morto, ações maravilhosas (Eclesiástico 48,12ss.).

Abraão
Quem nunca ouviu falar de Abraão, o pai da fé? Aquele que foi capaz de abandonar o que tinha por causa de Deus.
Não faz sentido dizer conhecer tal homem sem ter lido ou ouvido falar de Gn 12, onde está escrito a vocação dele.
A história de Abraão começa quando o patriarca deixa a terra de sua família na cidade de Ur dos Caldeus e segue em direção a Canaã. A partir daí, a Bíblia relata diversas aventuras mais ou menos desconexas envolvendo Abraão, sua esposa Sara, seu sobrinho Ló, sempre realçando a nobreza do personagem e a sua obediência a Deus.
Os episódios mais emblemáticos da narrativa são aqueles que contam de como Abraão se sujeitou ao rei do Egito, que tomou sua mulher como esposa, para salvá-la de qualquer punição. O segundo episódio marcante da vida de Abraão ocorreu em sua velhice. Sara, sua esposa, já idosa ainda não havia lhe dado um filho (seu primeiro filho Ismael, ou Ishmael, era filho de uma concubina - Agar), quando Deus teria lhe concedido esta graça, e assim nasceu Isaque, ou Isaac, a quem Abraão mais amou. Porém, quando Isaque era ainda criança, Deus chamou Abraão e pediu que ele trouxesse seu filho ao alto de um monte chamado de Moriá ou Moriah, informando a ele, no meio do caminho, que gostaria que o velho patriarca o sacrificasse, para mostrar seu amor por Ele. Mesmo sendo Isaque o filho amado que tanto desejara por toda a vida, Abraão não relutou em sacar uma adaga e posicioná-la sobre o pescoço de seu filho. Deus então mandou um anjo para segurar o punho de Abraão, dizendo estar satisfeito com a obediência de Abraão. Em recompensa, Deus poupou seu filho, e prometeu que sua linhagem produziria uma nação numerosa que governaria toda a terra por onde Abraão havia caminhado em vida (Canaã, propriamente dita).

Oséias
O profeta Oséias provavelmente era um levita do interior. Oséias significa "Javé Salva, liberta". Oséias liderou um movimento de resistência no final da vida no Reino do Norte provavelmente entre 755-721 a.C., ou seja, do final do reinado de Jeroboão II até a queda da capital, Samaria.
Oséias fala sobretudo contra as lideranças religiosas e políticas infiéis que conduziram o povo a uma situação de grave infidelidade à Aliança com Javé. Vários desses oráculos também são dirigidos contra o povo, que se mostrou constantemente infiel ao projeto da Aliança do êxodo.

Joel
O Livro de Joel faz parte do Antigo Testamento. Segundo a tradição, foi escrito pelo profeta Joel. A sua datação atribuída é do ano 830 a.C., porém existem os que datam dos anos 775 a 725 a.C. ou de 500 a.C..
A mensagem do livro fala sobre o "julgamento que Deus fará contra os inimigos de Israel e, de uma perspectiva escatológica, o vitória final do povo de Deus".
A passagem de Joel 2:28, 29 é citada por Simão Pedro no sermão de Pentecostes em Atos dos Apóstolos 2:14-36. Sendo assim, Joel tem uma grande importância na teologia cristã.

Amós
Amós (Aquele que carrega o fardo; Aquele que ajuda a carregar o fardo) foi um Profeta do Antigo Testamento, autor do Livro de Amós.
O terceiro dos chamados profetas menores. Natural de Tecoa, dedicava-se à agricultura e à pecuária. Foi contemporâneo de Azarias, de Judá e de Jeroboão II de Israel. O versículo inicial de sua profecia diz que foi nos dias de Uzias, rei de Judá, e de Jeroboão II, filho de Jeoás, rei de Isreal, que começou a sua carreira de profeta, dois anos antes de um terremoto incomum. Portanto esta profecia situa-se dentro do período de 26 anos, de 829 a cerca de 804 a.c. durante o qual os reinados desses dois reis coincidiram.

Obadias
Obadias ou Abdias (em hebraico, Obadjah: "Servo de Javé") é um dos "Profetas Menores" (o quarto na ordem do cânone hebreu e na Vulgata; quinto na Septuaginta). O seu livro, constituído apenas por vinte e um versículos, é o menor do Antigo Testamento e trata do tema da falta de solidariedade do povo de Edom (descendentes de Esaú - Génesis 36:1) para com Israel, considerado como seu povo irmão. O livro divide-se em duas partes: o "Oráculo contra Edom" a a "Proclamação do Dia de Javé".
A primeira parte de Abdias (1-14) profetiza a queda de Edom (ver Iduméia), tradicional inimigo de Judá.
Segundo alguns documentos foi o primeiro bispo de Babilónia.

Jonas
Jonas (do hebraico יוֹנָה [yõnãh], "[[, pelo latim Ionas) foi um profeta israelita da Tribo de Zebulão, filho de Amitai, natural Gete-Héfer. Profetizou durante o reinado de Jeroboão II, Rei de Israel Setentrional. (II Reis 14:25; Jonas 1:1) Crê-se que tenha sido o escritor do livro bíblico do Antigo Testamento que leva o seu nome.
Jonas é o nome de um livro bíblico do Antigo Testamento. É um relato biográfico do profeta Jonas, na qual o Deus de Israel o terá mandado profetizar ao povo de Nínive, grande capital do Império Assírio, para persuadi-los a se arrependerem ou seriam destruídos dentro de 40 dias. O Livro de Jonas fala foi tido como o profeta Jonas, filho de Amitai, que profetizou no Reino de Israel Setentrional, no 7.º Século A.C., no reinado de Jeroboão II. (Jonas 1:1; II Reis 14:25) Porêm, outros autores concluem que o livro tenha sido escrito no periodo pós-exílico.
Segundo o relato bíblico, durante a viagem acontece um violenta tempestade. Esta só acaba quando Jonas é lançado ao mar. Ele é engolido por um "grande peixe [em grego këtos]" (Jonas 1:17) e no seu estômago, passa três dias e três noites. Sentindo como se estivesse sepultado, nesta situação arrependido reconsidera a sua decisão. Tendo se arrependido, é vomitado pelo "grande peixe" numa praia e segue rumo para Nínive.

Miquéias
Miquéias (em Portugal: Miqueias) é um nome que vem de uma palavra hebraica que significa "Quem é como Yah?". O nome do autor do livro de Miquéias aparece na septuaginta como Michaías. A Vulgata Latina diz Michaeas. Ele foi um profeta do século VIII a.C. morador de Morasti-Gat, na Shefelá em Judá, talvez tenha sido um líder (ancião, heb. zaqen) da comunidade. Atuou em Judá no período de Jotão, Acaz e Ezequias.
O livro, escrito em Hebraico, é de dificil leitura, pois o texto encontra-se corrompido, para tanto os tradutores da Bíblia utilizam-se de guias como as versões em língua grega, síria e copta.
A macro-estrutura do livro é composta por quatro partes:
I - 1-3 - Teofania e Acusação contra pecados concretos
II - 4-5 - Salvação - O futuro Reino de Javé em Sião
III - 6.1-7.7 - Julgamento de Javé contra o povo
IV - 7.8-20 - Liturgia Final

Naum
Naum é um Livro da Bíblia, que conta sobre a destruição de Nínive, capital da Assíria, a cidade que Jonas advertiu.
Naum foi o profeta, enviado por Deus, para predizer a ruína e completa destruição de Nínive.
Este livro é uma “pronúncia contra Nínive”, capital do Império Assírio. Para os crentes, o cumprimento histórico daquela pronúncia profética atestaria a autenticidade do livro. O livro teria sido escrito algum tempo depois de a cidade egípcia de Nô-Amom (Tebas) sofrer uma derrota no Século VII a.C. e completado antes da predita destruição de Nínive em 632 a.C.

Habacuque
Habacuque ou Habacuc é o livro bíblico cuja autoria é atribuída ao profeta de mesmo nome, que significa "abraço", e está incluso na subdivisão da Bíblia chamada de Profetas Menores, sendo um livro de apenas três capítulos. Provavelmente tenha sido escrito no século V a.C..
Habacuque nos sugere que observava a sociedade judaica a partir do templo, onde possivelmente servia como levita, isto é cantor, podemos notar o capítulo três de seu livro é uma canção, sendo que os últimos versos são considerados uma das maiores expressões de fé do Antigo Testamento.
O livro de Habacuque é diferente dos demais livros dos profetas em seu estilo literário, pois em momento algum há profecias contra esta ou aquela nação ou pessoa em particular, porém o que se pode ver é um diálogo entre o profeta e Deus. Entre seu texto há no capítulo dois a expressão: "O justo viverá da fé", que mais tarde inspiraria o Apóstolo Paulo a escrever a mais teológica de suas cartas, a Carta aos Romanos

Sofonias
O nome Sofonias significa "o Senhor o escondeu". Ele era bisneto de Ezequias, sofonias 1.1. Caso este tenha sido o rei Ezequias, Sofonias foi um profeta de sangue real. o seu ministério ocorreu no tempo do rei Josias em 640 - 609 a.C, tendo profetizado, provavelmenten antes da reforma desse rei em 621 a.C.
O tema de sua mensagem é que o Senhor ainda está firmemente em controle do Seu mundo, apesar das aparencias contrárias, e que comprovará isto no futuro próximo ao aplicar um castigo terrivel sobre a nação desobediente de judá, e completa destruição sobre as nações pagãs gentias. somente através dum arrependimento em tempo é que haveria possibilidade de escape à esta ira.
A época do livro, descreve um tempo de grande apostasia e corrupção Sf 1.12; 3.2-4. A Assíria ainda ocupava o cenário Sf. 2.13. A adoração de Milcon ( em outras versões Malcã) era praticada Sf 1.5. * milcon = Moloque, uma divindade Amonita, verificar 1 Rs 11.5. As condições morais e religiosas então prevalecentes eram baixas, devido à influência maligna dos reinados de Manassés e Amom. o livro descreve uma provavel invasão ( este povo invasor teria sido os Citas que entre os anos 630 a 626 a.C ameaçaram muitas nações e trouxeram calamidade aos povos do oriente médio) que chegaria à terra de judá Sf 1.2-3, e alcançaria outras nações Sf 2.4,12-13.
O propósito do livro, partindo da ameaça Cita, o profeta adverte severamente o seu povo sobre a aproximação do dia do Senhor, e juntamente com a advertência terrível, há o apelo ao arrependimento, endereçado primariamente ao remanescente, mais do que para a nação inteira Sf. 2.3.
"O dia do Senhor", que é decrito 18 vezes no livro especialmente, um dia de julgamento Sf 1.2-3, 7-16, 18, 3.20.

Ageu
O Livro de Ageu é um dos livros proféticos do Antigo testamento da Bíblia. Possui dois capítulos. Está entre os chamados Profetas Menores.
Ageu, seu escritor, foi um profeta hebreu e contemporâneo de Esdras e Neemias. Sua mensagem foi de exortação e motivação a respeito da restauração de Jerusalém e seu Templo. Possui quatro principais mensagens de YHVH para os judeus que retornaram do exílio em Babilónia. São fortes repreensões devido ao descaso na reconstrução do Templo.
Escrito por volta do ano 520 a.C., cerca de 17 anos depois do retorno dos judeus do exílio, quando ainda não se completara a construção do Templo. O profeta Ageu, indicava que o povo estava se preocupando com as próprias vidas e esquecendo do principal - a casa de Deus . Este livro frisa a importância nas obras de Deus e que Ele deve estar sempre em primeiro lugar, na vida e nas obras das pessoas.
O Autor pode ser chamado " O Profeta do templo", provavelmente tenha nascido durante os setenta anos de exílio na Babilônia. Deve ter regressado a Jerusalém com Zorobabel.
As quatro mensagens livro de Ageu:
1.Aos que moram em grandes casas, ao passo que o Templo estava em ruínas. (1:1-15)
2.Proclamação de que YHVH encheria a sua casa de glória. (2:1-9)
3.O abandono da reconstrução do templo tornou a todos impuros perante Deus. (2:10-19)
4.Mensagem a Zorobabel faria tremer os céus e a terra. (2:20-23)

Zacarias
Zacarias, cujo nome "זְכַרְיָה" significa "Lembrou/Memoria do/é que Senhor".
Ele foi contemporâneo de Ageu (Esdras 5:1). Com Ageu, ele foi chamado para despertar os judeus que retornaram, para completar a tarefa de reconstruir o templo (ver Ed 6.14). Como filho de Baraquias, filhos de Ido, ele era de umas das famílias sacerdotais da tribo de Levi. Ele é um dos mais messiânicos de todos os profetas do Antigo Testamento, dado referências distintas e comprovadas sobre a vinda do Messias.

Malaquias
O profeta Malaquias foi contemporâneo de Esdras e Neemias, no período após o exílio do povo judeu na Babilônia em que os muros de Jerusalém tinham sido já reconstruídos em 445 a.C., sendo necessário conduzir os israelitas da apatia religiosa aos princípios da lei mosaica.
Os megatemas tratados na obra seriam o amor de Deus, o pecado dos sacerdotes, o pecado do povo e a vinda do Senhor.
Um outro tema tratado no livro de Malaquias refere-se às ofertas e aos dízimos, nos versos de 7 a 12 do capítulo 3, passagem esta que é muito utilizada com o objetivo de se justificar com amparo bíblico a contribuição da décima parte das rendas dos fiéis de uma organização religiosa.
Embora o dízimo tenha sido reconhecido desde a época de Moisés. Nos dias de Malaquias os secerdotes do templo recolhiam as ofertas e não repassavam para os levitas, para que eles pudessem utiliza-las para cauidar dos: Próprios levitas, orfãos, viuvas e viajantes. E isso fez com que o profeta (Malaquias)inicisse uma advertência a esses Sacerdotes já no início do capitulo 2 (segundo).Dessa forma podemos observar que o profeta adverte os sacerdote e não o povo em referencia ao roubo do dízimo.

Simeão
Simeão é um personagem do Novo Testamento da Bíblia que, teria abençoado Jesus quando seus pais o levaram para ser circuncidado no templo, em Jerusalém, ao oitavo dia de seu nascimento.
O Evangelho segundo Lucas, nos versos de 25 a 35, Simeão era um homem justo e temente a Deus que, através de uma revelação do Espírito Santo, não iria morrer sem antes ver o Cristo.
Ao tomar Jesus em seus braços, Simeão proferiu palavras proféticas a seu respeito, anunciando a salvação de Deus.

João Batista
João Batista (português brasileiro) ou Baptista (português europeu), também chamado de João, o Baptizador (português europeu) ou Batizador (português brasileiro) (Judeia, 2 a.C. - 30 d.C.) foi um pregador judeu, do início do século I, citado pelos autores dos quatro Evangelhos da Bíblia.
Segundo a narração do Evangelho de São Lucas, João Baptista era filho do sacerdote Zacarias e Isabel (ou Elizabete), prima de Maria, mãe de Jesus. Foi profeta e considerado pelos cristãos como o precursor do prometido Messias, Jesus Cristo. Baptizou muitos judeus, incluindo Jesus, no rio Jordão, e introduziu o baptismo de gentios nos rituais de conversão judaicos, que mais tarde foram adoptados pelo cristianismo.




JESUS


Ágabo
Ágabo foi um profeta da Judéia, cujo relato se encontra descrito no livro de Atos, capítulo 21, versículos 10 e 11, que profetizou ao apóstolo Paulo, que este seria preso em Jerusalém. Entretanto, o apóstolo Paulo, apesar de saber que tudo ocorreria da forma profetizada, não deixou de ir para Jerusalém, onde foi preso.



VOCÊ


Não demore!

Escreva a sua história!


Fontes:
Wikipédia - http://pt.wikipedia.org/wiki/Página_principal
Banda COT - www.cot.org.br
Adital - www.adital.com.br

terça-feira, 12 de maio de 2009

Nossa Senhora de Fátima

domingo, 10 de maio de 2009

Terço das Santas Chagas de Jesus Cristo

Pensei no que postar hoje, daí lembrei de uma graça recebida, no dia seguinte ao orar o Terço das Santas Chagas de Cristo na intenção que eu necessítava.
Então resolvi postar este terço no blog para quem necessitar!

"POVO MEU, onde ides todos vós? Caminhais com uma venda nos olhos e não conseguis enxergar quem fala comigo... Não sabeis mais onde ir... Vão se perder muitos, se não discernirem. Estou dando a chance de salvação a todos, todos, todos...todos!

TERÇO DAS SANTAS CHAGAS

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Oh! Jesus misericordioso, Divino Redentor!
R - Tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.
Pai Nosso...

Deus Forte, Deus Santo, Deus Imortal!
R - Tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.
Ave Maria.....

Graça, Misericórdia meu Jesus.
R - Nos perigos presentes cobri-nos com Vosso precioso sangue.
Ave Maria...

Pai Eterno! Tende misericórdia de nós.
R - Pelo sangue de Jesus Cristo, Vosso Único Filho; tende misericórdia de nós.
Ave Maria...

PRIMEIRA DEZENA:
Senhor Jesus: pela chaga de Vossa Mão direita, livrai-me e purificai-me de todos os meus pensamentos, de toda a impureza, maldades, julgamento, suicídios, preocupações e injustiça contra Deus, contra meu próximo e contra mim mesmo. Obrigado Senhor pela libertação dos meus pensamentos.

Meu Jesus perdão e misericórdia! ( 10 X )
R - Pelos méritos de Vossas Santas Chagas

Ao final de cada dezena:
Pai Eterno: eu Vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo.
R - Para curar as de nossas almas.

SEGUNDA DEZENA:
Senhor Jesus: toca meus ouvidos pelo poder de Vossas chagas da mão esquerda, purificando toda palavra de maldição que entraram pelos meus ouvidos e que tiraram-me a paz e causaram-me sofrimentos.
Peço-Vos Senhor: dai-me ouvidos de discípulo, para que eu possa ouvir a Tua voz. Obrigado Senhor pela libertação dos meus ouvidos.

Meu Jesus perdão e misericórdia! ( 10 X )
R - Pelos méritos de Vossas Santas Chagas

Ao final de cada dezena:
Pai Eterno: eu Vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo.
R - Para curar as de nossas almas.

TERCEIRA DEZENA:
Senhor Jesus: banha com Teu Sangue os meus olhos pelo poder das Santas Chagas de Vosso pé direito purificando-me de todo o olhar de cobiça, malícias, impurezas e maus desejos que entraram pelas janelas de minha alma. Obrigado Senhor pela libertação dos meus olhos.

Meu Jesus perdão e misericórdia! ( 10 X )
R - Pelos méritos de Vossas Santas Chagas

Ao final de cada dezena:
Pai Eterno: eu Vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo.
R - Para curar as de nossas almas.

QUARTA DEZENA:
Senhor Jesus: pelo poder de Vossa Santa Chaga do pé esquerdo, purificai os meus lábios de toda palavra de maldição e praga, fofocas, calúnias, mentiras, piadas maliciosas, blasfêmias contra Deus, contra o próximo e contra mim mesmo. Obrigado Senhor, pela libertação dos meus lábios.

Meu Jesus perdão e misericórdia! ( 10 X )
R - Pelos méritos de Vossas Santas Chagas

Ao final de cada dezena:
Pai Eterno: eu Vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo.
R - Para curar as de nossas almas.

QUINTA DEZENA:
Senhor Jesus; pela Vossa quinta Chaga, a Chaga do Seu coração, purificai o meu coração; libertando-me de toda a raiz do orgulho, egoísmo, ódio, vaidade, infidelidade, luxúria, mágoa, ressentimento, maldade, injustiça, inveja, ciúmes e vícios de toda e qualquer forma de paixões e maldades. Obrigada Senhor, pela libertação do meu coração.

Meu Jesus perdão e misericórdia! ( 10 X )
R - Pelos méritos de Vossas Santas Chagas

Ao final de cada dezena:
Pai Eterno: eu Vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo.
R - Para curar as de nossas almas.

SEXTA DEZENA:
Senhor Jesus; pelos méritos de Vossa sexta Chaga, a Chaga do Ombro; lava-me todos os órgãos interiores e exteriores de toda a contaminação, curando-me de qualquer enfermidade física ou espiritual. Obrigada Senhor; pela minha cura e libertação.

Meu Jesus perdão e misericórdia! ( 10 X )
R - Pelos méritos de Vossas Santas Chagas

Ao final de cada dezena:
Pai Eterno: eu Vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo.
R - Para curar as de nossas almas.

No final (3x)
D- O Sangue e Água que jorrastes do Coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós!
T- Nós confiamos em Vós.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Aclamai ao Senhor!

Rendei a Ele Glória e Louvor!

Porque Ele é o Altíssimo!

Dai ao Senhor a tua vida e as tuas vontades e o Senhor lhe concederá a Graça e Vida Eterna e se cumprirá a Sua Vontade nos seus dias.

Bendizei ao Senhor, pois Ele rico em misericórdia não encerrou a contagem dos dias e a cada nascer do sol estabelece com o Seu povo um novo pacto de amor e de salvação.

Mas não tardeis para voltar-se a Deus!

Pois, no dia que o Senhor encerrar os tempos, as alegrias serão tristezas e os risos se converterão em pranto, conforme dissera o profeta.

Não tardeis a buscar a Deus!

quarta-feira, 6 de maio de 2009

A Confiança em Deus

Imaginem o povo de Israel quando o Senhor abriu o Mar Vermelho e Moisés lhes disse para atravessarem para o outro lado...
Que loucura!
Vendo o mar aberto, água de ambos os lados, provavelmente um barulho ensurdecedor, e passar para o outro, chegando com os pés enxutos.
Olha...
Que prova de coragem, mas acima de tudo, que prova de confiança em Deus!
O povo não sabia o que iria acontecer, mesmo com toda confiança, acredito que os seus corações bateram mais forte, num misto de adrenalina do medo, emoção, alegria...
Daí, eu penso se o Senhor me fizesse essa prova hoje será que eu teria tamanha confiança e me lançaria na fé em Seu Mandamento?
É isso o que nos falta hoje: confiança absoluta em Deus!
Mas não uma confiança que deposita suas esperanças nas Mãos do Pai, mas vai lá toda hora conferir o que Ele está fazendo, lembrando-O a cada momento.
Precisamos de uma confiança fortalecida na fé, que se lança no mar da vida, mesmo quando as águas estão revoltas, na esperança de que as Mãos do Salvador irão nos salvar, conduzir.
Uma confiança que abrase o coração com a alegria da certeza de que Deus é por cada um de nós.
Uma confiança absoluta em Deus!

Faço uma proposta: ligue o áudio da música abaixo e vá orando para o Senhor. Não peça nada. Apenas diga a Jesus o quanto O ama e confia n´Ele. O Senhor fará maravilhas em sua vida. Creia! Confie!

terça-feira, 5 de maio de 2009

Oração de São Francisco




Oração de São Francisco
Cantores de Deus
Composição: Pe. Irala

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz
Onde houver ódio, que eu leve o amor
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão
Onde houver discórdia, que eu leve a união
Onde houver dúvida, que eu leve a fé
Onde houver erro, que eu leve a verdade
Onde houver desespero, que eu leve a esperança
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria
Onde houver trevas, que eu leve a luz

Ó mestre, fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado
Compreender, que ser compreendido
Amar, que ser amado
Pois é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado
E é morrendo que se vive para a vida eterna

A Voz de Deus...


Outro dia falei sobre a oração e como ela é um canal que deve ser utilizado por todos, independente de nível cultural ou qualquer outro motivo que venham a nos impor.

Ainda seguindo sobre esse assunto, a oração como forma de diálogo com Deus, nos aproxima d´Ele e faz com que estejamos mais "antenados" às Suas Palavras.

Bom, muitas vezes e isso já deve ter acontecido com você, nós ouvimos algo de alguém do nada, lemos um texto religioso que nos chegou de forma despretensiosa, ouvimos uma música, enfim, chegam-nos exortações, palavras que precisávamos naquele momento e sem que tenhamos pedindo ou procurado.

É, para mim, uma forma de Deus nos falar.

Tudo bem, Ele poderia chegar simplesmente e nos dizer sem utilizar de terceiros para tal. Porém, eu creio também que Ele o faz assim para que possamos saber que Ele está em todos os lugares e qualquer um dia ou qualquer coisa pode ser instrumento da Vontade do Pai, se assim Ele o quiser.

Os profetas na história da Salvação nem sempre foram homens instruídos, de fala articulada, nem sempre...

Muitos morreram de medo antes de assumir o compromisso com Deus, e até durante também, mas o mais importante é que Eles disseram sim.

Onde quero chegar com isso?

Quero dizer que se por algum momento lhe der vontade de falar algo bom para alguém, de lhes mostrar uma música ou um texto que sejam agradáveis e que falem de amor em sua essência e não indecência, não hesite. Pode ser Deus querendo utilizar-se de você como Seu instrumento para demonstrar a um irmão que ainda há esperança, gestos que podem ser a única luz na vida de uma pessoa.

domingo, 3 de maio de 2009

Pense!

"Pedis e receberás" diz o Senhor.
Mas é fato que Ele nos dá, aquilo que pedirmos e necessitarmos, mas que acima de tudo contribua com nossa santidade.
Pediu? Não recebeu?
Pense!
Será que realmente seria bom o que você pediu?
Será que o que você pediu não acabaria te afastando de Deus?
Seja sincero, seja sincera!
Deus quer o teu bem!

sábado, 2 de maio de 2009

Palestra Padre Léo - A Oração SImples e Sincera

Seguindo ainda o tema "Oração", no video abaixo há uma historinha bem interessante contada pelo Padre Léo, que exemplifica lindamente o poder da oração e como Jesus nos escuta.


video

A Oração


A oração é o canal, o "provedor" que nos liga a Deus.

Este provedor não é por discagem, é banda larga! Uma conexão com alta velocidade, tanto de download como para upload. Não há ruídos nas transmissões, não há necessidade de criptografar as informações, pois ele é seguro, um canal livre com trânsito intenso, mas fluxo aberto. E que não há cobrança! Esse provedor não custa nada" Ah! Melhor ainda! Podemos utilizá-lo em qualquer lugar, é wireless!

E interessante é que cada um tem uma forma de navegar, e esse provedor se adaptada à navegação de cada um. Tem gente que traça metas de navegação e vai obedecendo-as e outros, que abrem um monte de janelas, sobre um monte de assuntos diferentes e vai "pipocando" entre elas.

Mas, o principal é que não é necessário conhecimento prévio, navegar com este provedor é muito simples e ele entende qualquer linguagem de programação, da mais simples à mais rebuscada...

Porque o Seu Criador está apto para adequá-la e Se adequar a qualquer um que quiser utilizá-la, Ele processa tudo com Amor e Carinho e devolve com informações recheadas de Misericórdia.

Ele, que aliás, se chama Jesus Cristo é o melhor Analista de Sistemas que existe!

Ele deu o próprio Sangue por este sistema, sofreu muito para que esse tivesse condições de continuar existindo e ter alguma chance de sobreviver ao "mercado", ao mundo. Aliás Ele foi crucificado por todos por esta atitude. Mas, incrivelmente ressuscitou e retomou Sua criação. Enfim, Ele criou, analisa e entende o sistema mais complexo que existe: o Homem!

Padre Léo...

Que saudades de você, Padre Léo!
Seus ensinamentos, suas histórias hilariantes, seu jeito simples...
Um dia o conhecerei no Céu...
Vale a pena ver...

video

Saudades...

Para a minha mãezinha...

Essa era a sua música preferida...

video