terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Servos do Senhor

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 1o Senhor escolheu outros setenta e dois discípulos e os enviou dois a dois, na sua frente, a toda cidade e lugar aonde ele próprio devia ir. 2E dizia-lhes: “A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, pedi ao dono da messe que mande trabalhadores para a colheita. 3Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos. 4Não leveis bolsa, nem sacola, nem sandálias, e não cumprimenteis ninguém pelo caminho! 5Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: ‘A paz esteja nesta casa!’ 6Se ali morar um amigo da paz, a vossa paz repousará sobre ele; se não, ela voltará para vós. 7Permanecei naquela mesma casa, comei e bebei do que tiverem, porque o trabalhador merece o seu salário. Não passeis de casa em casa. 8Quando entrardes numa cidade e fordes bem recebidos, comei do que vos servirem, 9curai os doentes que nela houver e dizei ao povo: ‘O Reino de Deus está próximo de vós’ ”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Me perguntei hoje, por que as pessoas não se sensibilizam com essa passagem do evangelho?

É claro e evidente que o Senhor já anunciava a falta de comprometimento dos Seus Filhos, com o serviço da igreja.

Ir à igreja, às missas aos domingos é um DEVER nosso como cristão!

Agora, o que a gente quer ser?

Servos maus, que só fazem a devida obrigação?

Ou servos que seguem os exemplos de Jesus?

Jesus foi além do Seu máximo!

Ele provou que não há limite quando se há fé e amor!

E quando ultrapassamos os limites que muitas vezes nós mesmos nos impomos somos capazes de coisas extraordinárias!

Jesus, como Filho e Servo, se propôs a se deixar conduzir pelo Pai e aceitar a Sua vontade de olhos fechados, com plena confiança!

"Não sou capaz!"

É isso que pensamos e dessa forma que nos desculpamos, diante da nossa inércia em servir a Deus.

Darei um testemunho, aqui:

Eu ia na igreja e via as pessoas cantando. Tinha um grupo então que eu babava... Achava lindo!

Mas nunca me questionei ou até pedi a Deus para tentar fazer algo assim, porque antes de mais nada eu já me derrotava!

Eu não cantava nada, Eu não sabia cantar!

Meu pai, quando eu começava a cantar, me pedia para calar a boca, porque eu era muito "desentoada" é o que ele dizia.

Mas, Deus, em Sua infinita misericórdia e em Seu mistério de Amor, me chamou para esse ministério.

Lembro que cantei na primeira missa no dia 14/07/2006 às 12h00!

Sem experiência, somente contando com a Providência Divina!

E o Senhor me capacitou!

Hoje, três anos depois faço parte de uma banda católica que está começando, e canto com um dos rapazes que faz parte daquela banda que eu tanto admirava...

Se nos deixarmos conduzir pelas Mãos de Deus, não haverá incapacidade, nem impossibilidades que vencerão os Planos de Deus!

Servir a Deus é ser uma extensão do Seu Braço aqui neste mundo, para os irmãos, em beneficío da Salvação, dos irmãos e da nossa. É ser anjo para quem precisa, é ser família, para quem não tem ninguém, é ser amigo, para quem não conhece a Paz!

Assuma um compromisso com a sua comunidade!

Se lance para águas mais profundas e verás o Poder de Deus em sua vida!

Creia!

Que Deus abençoe a sua vida e a sua vocação!

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

2 comentários:

DE MÂOS DADAS disse...

Amiguinha, na verdade a messe é grande mas os operários são poucos.
De vez em quando é bom lembrar que a nosssa igreja precisa da nosssa vontade e das nosssas capacidades.
Fico muito grata pela lembrança.
Beijinhos minha amiga.
A Utilia

Nova Civilização disse...

Olá Reninha,

lindo esse seu testemunho e mais que lindo palavras profundas que me encheram de vida e me fizeram refletir e escrever. Como é real e vedadeiro . Quando nos lançamos nos braços de Deus e a Ele entregamos seja qualquer pensamento, ofício, dom ... tudo se transforma . O entusiasmo nos anima mais e mais sempre a querer fazer o melhor, o bem. E isso realmente se concretiza pois estamos glorificando e dedicando a nossa vida a Ele, a quem nos ama incondicionalmente. Sempre me questionei como os cantores de música católica cantavam tão bem!Hoje mais que nunca entendo perfeitamente . Há todo uma entrega a Deus, a quem servimos com tanto amor e dicação e isso só pode ser frutificado cada vez mais pelo poder do Espírito sANTO!

Abraços fraternos,

Gisele